22 de novembro de 2013

Às sextas há minis nas bombas

   
image image

O Paco Bandeira, o cantor que com a mesma graça com que cantava "A ternura dos 40", enfiava umas lapadas nas fuças da esposa , dizem, tinha em tempos idos uma cantiga que a versos tantos dizia que "aos domingos há pic-nic e grafonola e o Benfica vai paga-las em alvalade". Escusado será dizer que, tal como por alturas do Natal passa na rádio todo o estoque de músicas a condizer, desde o "Last Christmas" do gay George Michele dos Wham, até ao "Christmas Time" do Bryan Adams, passando pelo “Happy Xmas” de John Lennon, entre muitas outras com que em Dezembro somos massacrados, também a musiquinha do Paco frequentemente passava na rádio aos domingos de manhã.

Em puto ouvia essa música e chegava a pensar que todos os domingos eram dias de derby lisboeta. Mas não: O Paco, ou o Eduardo Olímpio, quem realmente escreveu a letra, exprimiam apenas o seu sportinguismo, mesmo que a realidade não fosse bem essa. Mas tinha piada e as coisas, mesmo que enganosas, ditas a cantar têm mais encanto.

Mas dizia eu, assim como havia esse tal Domingo em que o Benfica ía pagá-las a Alvalade, também por cá há um dia fixe, que é a Sexta-Feira, altura em que no final da tarde de trabalho, após o toque da sirene das fábricas e o desligar da Rádio Festival pelos trolhas e pedreiros da zona, o balcão do bar das Bombas, em Fornos, enche-se de malta para beber minis e petiscar uns tremoços enquanto aguarda vez para registar o euromilhões e o totoloto. Pelo meio, vão raspando as raspadinhas na esperança de que o prémio dê pelo menos para pagar a rodada. Afinal, sonhar faz bem, para mais enquanto se deita abaixo umas minis, e o Carlos e Pedro, porque são ambos santos,  estão lá na Avia para aviar.

 

- É sexta-feira, iéh.

- Last christmas I gave you my heart…

…Sou capaz de ir aí pelo Natal!

Comente com o Facebook:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comentários sujeitos a prévia moderação. Comente com elevação e de forma contextualizada.