27 de maio de 2014

Podia ser verdade...Vida de cão

 

image

Tenho um cão! Melhor, tenho um caozão, cruzado puro,  filho do pai, um "serra da estrela" e da mãe, uma "boxer". O raio do cão, para além de se portar como todos os cães, danado para fazer asneiras no quintal e no jardim, dá canseiras e despesas com a alimentação e tratamentos de saúde e limpeza. Infelizmente até para ser-se cão é preciso sorte e é por isso que dá pena, pelos animais, e raiva pelo donos, de ver alguns cães presos, definhando em pouco espaço mas em muita sujidade, com o pelo empastado, carregados de carraças, daquelas que parecem o sinal da Ana Malhoa, penduradas no seu focinho e orelhas, firmes e hirtas por mais que os pobres animais as procurem coçar e sacudir.


Virá um tempo em que haverá polícia de cães e gatos e que aplicarão pesadas coimas a esses donos desmazelados e insensíveis que teimam em ter cães, só porque latem a estranhos, sem as mínimas condições, entregues à fome e à sujidade e com a dignidade abaixo deles próprios.

Podia ser verdade... 

Comente com o Facebook:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comentários sujeitos a prévia moderação. Comente com elevação e de forma contextualizada.