Mostrar mensagens com a etiqueta Divulgação. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Divulgação. Mostrar todas as mensagens

6 de maio de 2024

Guisande: Ontem e hoje - Grupo privado no Facebook

 GUISANDE: ONTEM E HOJE - Grupo Facebook.

Considerando que a rede social Facebook está infestada de publicidade e promoções, de sugestões de páginas pouco sugestivas e de excesso de banalidades, replicações de fakes e lugares comuns, com o comercialismo a ter um grande peso, e sem grandes ferramentas de controlo eficaz de conteudos e privacidade, decidi criar um grupo de carácter privado no qual, entre assuntos com carácter mais pessoal, como  partilha de poesia, textos de ficção, opinião e reflexão, será dada primazia à partilha e publicação de conteúdos relacionados com a nossa comunidade de Guisande, nos seus aspectos históricos, paroquiais, sociais e culturais. 

O grupo tem o nome de GUISANDE: ONTEM E HOJE.

Por conseguinte, numa perspectiva mesmo que de poucos mas bons e interessados, quem de facto tiver algum e verdadeiro interesse pela sua e nossa freguesia, por suas coisas de ontem, do passado, e de hoje, do presente, deve aceder à página do grupo e solicitar a adesão. Em princípio destina-se apenas a pessoas de Guisande ou, não sendo, com ligações notórias à freguesia ou por mim conhecidos pessoalmente e que considere que representam uma mais valia ao grupo até pela sua relevância pública e de cidadania. 

Sendo um grupo privado, só os membros podem ver quem faz parte do grupo e o que nele é publicado.

Os membros poderão partilhar, publicar e discutir,  mas para alguma verificação do cumprimento das regras e pressupostos do grupo e seus objectivos, ficarão sujeitos a prévia moderação, como é norma em qualquer grupo.

São bem-vindos os guisandenses que tiverem interesse nas coisas da sua terra e nos pressupostos do grupo. 

Para já as regras são poucas e objectivas mesmo que posteriormente possam vir a ser ajustadas:


1 - Aberto preferencialmente a guisandenses ou com ligações notórias à freguesia.

2 - Interesse pelas coisas relacionadas à freguesia de Guisande, do seu passado e presente.

3 - Publicação e discussão de assuntos relacionados e do interesse da freguesia e paróquia.

4 - Cordialidade e respeito mútuos  pela diferença e privacidade de cada um dos elementos.

5 - Sem promoções ou publicidade de negócios ou de natureza fora do contexto do grupo.

6 - Reserva de admissão ou de moderação de membros e assuntos.

Notas finais: Importa ter em consideração que no Grupo pretende-se garantir em eventuais discussões o respeito por tudo e todos, pela diferença de opinião e posicionamento social. Situações contundentes, despropositadas, descontextualizadas e sem respeito pela cordialidade poderá ser removidas assim como os autores. Quem não tiver estes propósitos por princípio agradeço que não peçam a adesão. É um favor que fazem!

[Link para o Grupo]

26 de março de 2024

Guisande F.C. - Liga Masters AFA - Jogo 18

 


Após 18 jogos, continua em bom nível a participação dos veteranos do Guisande F.C. na Liga Masters da AFA, ocupando à condição um honroso 6.º lugar e depois de na última jornada ter recebido e vencido a boa equipa do C.D. Feirense por 1-0. 

Parabéns aos rapazes!.

22 de março de 2024

Garagem Cruz de Ferro - Serviço de auto-lavagem

 




Está já a funcionar o "Car Wash Self Service" da Garagem Cruz de Ferro, proporcionando lavagem e aspiração automóvel. O espaço muito bem preparado, localiza-se nas traseiras do posto de combustível da BP e da loja.

Sem dúvida, é um equipamento de utilidade para quem em casa não tem condições para tratar da limpeza dos seus automóveis. Existe um sistema automático de pagamento e controlo horário e das diversas operações.

Escusado seria, digo eu, o uso dos inglesismos na imagem do equipamento.

13 de março de 2024

Reunião interparoquial para definição do programa da Visita Pastoral.


Conforme havia sido previamente agendada e anunciada, decorreu ontem, Terça-Feira, 12 de Março, pelas 20:00 horas, na residência paroquial de Pigeiros, uma reunião interparoquial (Caldas de S. Jorge, Guisande e Pigeiros) que contou com a presença do pároco Pe. António Jorge, o diácono António Avelino Valinho e os delegados das três paróquias ao Conselho Pastoral Vicarial, Eng.º António Cardoso, A. Almeida e Paulo Valinho.

A reunião teve como objectivo a elaboração da proposta do programa da Visita Pastoral, pelo bispo auxiliar do Porto, D. Roberto Mariz, que ocorrerá na semana de 24 a 30 de Junho próximo e que culminará com a administração do sacramento do Crisma.

Dentro do possível foram considerados os momentos antes propostos em reuniões com os representantes dos diversos grupos paroquiais. Alguns dos temas considerados abrangem o acolhimento no primeiro dia (de S. João), Segunda-feira, 24, que em princípio será em Guisande, no Monte do Viso e Centro Cívico, com missa campal e convívio partilhado e sardinhada, encontros com os grupos paroquiais e demais colectividades das freguesias e poder local. 

Seguir-se-ão nos demais dias, visita a bairros sociais e encontro com idosos e doentes e grupos de cariz sócio-caritativo, visitas a algumas empresas e comunidades escolares, encontro e convívio de jovens e crismandos, na Várzea - Pigeiros, na Sexta-Feira, 28, encontro com a catequese e encontro com crismandos no Sábado, 29. 

Também as celebrações religiosas  nas diferentes paróquias e mantendo os mesmos horários das missas e finalmente a celebração e administração do Crisma, no último dia da visita, Domingo, 30 de Junho, que deverá ocorrrer na igreja matriz das Caldas de S. Jorge, sendo que antes e nos horários habituais serão realizadas as missas dominicais, tanto em Guisande como em Pigeiros. Será ainda realizada missa campal na festa que ocorrerá no lugar de Azevedo, em honra de N.ª S.ª de Fátima e S. Pedro.

O programa agora esquematizado será ainda apresentado em novo encontro interparoquial a acontecer no próximo dia 21 de Março, pelas 21:00 horas no Centro Cívico em Pigeiros, onde certamente, sob consulta dos presentes, serão ajustados e definidos alguns pontos. Depois, o programa será proposto ao Sr. Bispo, pelo que ficará ainda sujeito a ajustamentos em função da sua agenda. Só depois é que será dado como fechado e divulgado na íntegra.

A reunião de ontem foi demorada mas proveitosa, tendo durado quase quatro horas, já que eram muitas as questões e momentos a definir e enquadrar com ponderação e algum fio-condutor nos diferentes dias da visita.

1 de março de 2024

Biblioteca Itinerante

 


Paróquia - Encontros - Ministério do Leitor


Nesta semana realizaram-se na nossa paróquia dois encontros: Na Terça-Feira, 27 de Fevereiro, pelas 21:30 horas, no Salão Paroquial, reuniram-se os representantes de grupos com a finalidade de definir as acções e momentos a incluir no programa geral da Visita Pastoral que o bispo auxiliar do Porto, D. Roberto Mariz realizará às três paraóquias do Pe. António Jorge de Oliveira, de 24 a 30 de Junho próximo, culminando com a administração do Crisma, numa celebração interparoquial conjunta.

Já ontem, Quinta-Feira, 29 de Fevereiro, pelas 21:00 horas, também no Salão Paroquial, sob a orientação do Diácono António Avelino, da paróquia de Caldas de S. Jorge, realizou-se um encontro com elementos dos três grupos de leitores de ambas as paróquias, num contexto de partilha e formação do papel do leitor na liturgia e da forma mais adequada da relação com a Palavra. 

Foram abordadas algumas questões, nomeadamente quanto à liturgia no período da Semana Santa, que se aproxima e ainda alguns tópicos sobre o Ministério do Leitor, que em princípio será tema a desenvolver no próximo encontro agendado para Setembro, depois das férias. O encontro terminou por volta das 22:30 horas.


Sobre este Ministério do Leitor, seguem-se as ideias base da sua razão de ser, da sua função e fundamentos:

1. A função própria do Leitor instituído é proclamar a Palavra de Deus nas assembleias litúrgicas. Com efeito, a leitura dos textos bíblicos na assembleia não é ofício presidencial, mas sim ministerial: com exceção do Evangelho, cuja proclamação é reservada ao diácono ou, na sua falta, a um presbítero, todas as restantes leituras são da competência dos leitores, que as devem efetivamente proclamar, mesmo que estejam presentes ministros de ordem superior (IGMR 99; OLM 51).

2. Para além dessa sua função própria, os leitores podem ser chamados a desempenhar durante as celebrações litúrgicas, a título de suplência, funções de outros ministérios: na falta de Salmista, recitará os Salmos interleccionais; na falta de diácono ou cantor, poderá ser ele a apresentar as intenções da Oração universal; na falta de diretor do canto e de comentador, poderá ser ele a dirigir o canto e a orientar a participação dos fiéis nas celebrações. Por fim, o Diretório para a celebração do Domingo na ausência de Presbítero coloca-os, a par dos acólitos, entre os leigos a dar precedência para a condução desse tipo de assembleias litúrgicas

3. Mas seria minorar a missão do Leitor instituído confiná-lo a um desempenho ritual. De facto, a Liturgia é «cume e fonte» (SC 10). Coerentemente, a epifania litúrgica do ministério confiado aos Leitores obriga a alargar os horizontes do serviço eclesial que lhes é confiado para além do momento da celebração. Assim, o Motu Proprio Ministeria Quaedam propõe-lhes tarefas de mais lato alcance pastoral, como preparar os fiéis para a receção frutuosa dos sacramentos (catequese…), ajudar na organização da liturgia da Palavra, e assegurar a formação do grupo dos leitores aos quais, por encargo temporário, se pode confiar o exercício de facto deste ministério.

4. Em suma, o leitorado é um ministério a conferir não apenas a quem leia bem nas celebrações litúrgicas, mas sobretudo a quem se disponibiliza para colaborar na organização das atividades de evangelização e catequese, dando coerência e consistência ao seu serviço litúrgico.

Formação:

5. Não é fácil ser leitor, nem se improvisa e, acima de tudo, tendo em conta o amplo leque das funções que lhe são atribuídas. Com efeito, os leitores devem ser aptos e diligentemente preparados. Em primeiro lugar eles devem deixar-se imbuir, impregnar inteiramente pela Palavra de Deus que hão de amar, de que farão o seu tesouro mais precioso e o seu alimento quotidiano. Hão de aprofundar o seu conhecimento da Sagrada Escritura mediante uma leitura assídua, um estudo diligente, uma oração fervorosa e um testemunho credível. Sintetizando, diremos que a sua preparação há de ser geral e particular; remota, prévia, permanente e concomitante ao exercício da função. Quanto à preparação específica, ela deve abarcar, pelo menos, as seguintes alíneas:

Formação bíblica que capacite para a compreensão dos textos nos respetivos contextos e géneros literários, e na perspetiva unitária e englobante da história da salvação;

Formação litúrgica que lhes dê um conhecimento efetivo do sentido e estruturas da Liturgia da Palavra e da sua conexão com a Liturgia Eucarística e com os outros Sacramentos e Sacramentais. Em particular, deve conhecer por dentro a estrutura e organização dos lecionários, dominando os critérios que presidiram à seleção, ordenamento e harmonização das leituras;

Formação catequética, nomeadamente na área da pedagogia da fé e do acompanhamento da iniciação cristã nas várias faixas etárias;

Formação técnica e prática no capítulo da dicção e da leitura proclamada em voz alta, bem como das artes e técnicas da comunicação oral, designadamente da leitura proclamada em público, com ou sem amplificação artificial. Ler bem em forma de proclamação em público não é fácil, mesmo para quem já se habituou a dominar o nervosismo e a emoção de falar perante uma assembleia. Não basta uma boa alfabetização. A arte de proclamar bem em público assenta certamente em dotes naturais, mas estes devem ser sublimados pelo estudo e pela técnica, e partir de uma experiência pessoal de encontro com o texto a proclamar.

 6. Se toda a vida cristã deve ser bíblica, muito mais assumidamente o deve ser a espiritualidade do Leitor: uma vida de oração inspirada e nutrida continuamente no contacto familiar com a Palavra de Deus, que vive e floresce na Liturgia e é a alma de todo o apostolado. A atitude do Leitor em relação à Palavra de Deus deve corresponder à de João Baptista em relação a Cristo, a da «Voz» em relação ao «Verbo»: «convém que Ele cresça e eu diminua» (Jo 3, 30).

25 de fevereiro de 2024

Conselho Paroquial para os Assuntos Económicos (Fábrica da Igreja) - Nomeação


Conforme já anunciado no final das missas, foi nomeado o novo Conselho Paroquial para os Assuntos Económicos (Fábrica da Igreja) da paróquia de S. Mamede de Guisande, com funções até 31 de Dezembro de 2028, sendo composta pelos seguintes membros:

Pe. António Jorge Correia de Oliveira (pároco e Presidente)

Sara Patrícia Santos Conceição (de Cimo de Vila) - Secretária

Carlos Santos Almeida (de Fornos) - Tesoureiro

Johnny Deivis Baptista Almeida (das Quintães) - Vogal

Manuel Arménio Santos Moreira (de Casaldaça) - Vogal

Pedro Baptista Alves (de Linhares-Casaldaça) - Vogal

25 de janeiro de 2024

Centro Social - Assembleia Geral a 23 de Fevereiro de 2024

 


Considerando-se que na Assembleia Geral de 29 de Dezembro passado não apareceu qualquer lista candidata aos corpos gerentes da Associação do Centro Social S. Mamede de Guisande, para o quadriénio de 2024/2027,  a associação encontra-se num regime provisório de Comissão Administrativa. 

Neste contexto e propósito de novas eleições, convoca-se nova sessão para o dia 23 de Fevereiro de 2024, pelas 20:00 horas, nas instalações do Centro Cívico, no Monte do Viso. Os associados interessados em assumir e dirigir os destinos da colectividade devem apresentar as suas listas e submeterem-se a eleições nos termos definidos pelos estatutos.

6 de janeiro de 2024

Recolha de Sangue em 6 de Janeiro de 2024


O Centro Cívico, no Monte do Viso, instalação do Centro Social S. Mamede de Guisande, acolheu neste sábado, 6 de Janeiro de 2024, mais uma jornada da recolha de sangue, entre as 9 e 13 horas.

A título de informação, nesta jornada registou-se uma participação de 28 pessoas das quais 23 doaram e 5 ficaram impossibilitadas de o fazer.

Como comparação, na recolha anterior, em 22 de Julho de 2023, registou-se uma participação de 38 pessoas das quais 30 doaram e 8 ficaram impossibilitadas de o fazer.

Um agradecimento aos participantes e à equipa que colaborou com a jornada. Bem hajam!

9 de dezembro de 2023

Centro Social - Assembleia Geral a 29 de Dezembro de 2023


Esta assembleia marcada para o próximo dia 29 de Dezembro de 2023, pelas 20:00 horas é deveras importante pois da sua ordem de trabalhos faz parte a eleição para os corpos gerentes para o quadriénio de 2024/2027. 

Como tem sido divulgado, por força dos estatutos o actual presidente da Direcção, Joaquim da Conceição Santos, não poderá concorrer ao mesmo cargo. No entanto, mostra-se disponível para ajudar em qualquer processo de transição para uma nova Direcção.

Esta é uma oportunidade para os sócios, sobretudo os mais jovens, aparecerem e demonstrarem o seu interesse e colocarem-se com novas capacidades e dinâmicas à frente dos destinos da Associação do Centro Social. 

É tempo e lugar para outros virem mostrar como é que se pode fazer mais e melhor, candidatando-se e sujeitando-se à escolha dos sócios.

De minha parte, que de há dois mandatos faço parte dos actuais corpos gerentes como secretário da Mesa da Assembleia, tal como já o tenho referido por aqui, terminarei as funções e não farei parte de qualquer lista. O lugar fica disponível para outros, quiçá mais empenhados e capazes. A freguesia está cheia de gente boa, capaz e ansiosa por fazer parte destas coisas de trabalhar à borlix ao serviço dos outros e da comunidade. Haja esperança que apareçam interessados e dinâmicos. 

23 de novembro de 2023

Centro Social S. Mamede de Guisande - Vai a eleições

Como tem sido divulgado por aqui, termina em Dezembro próximo o mandato dos actuais corpos-gerentes da Associação do Centro Social S. Mamede de Guisande. Oportunamente será feita a convocatória estando por isso aberta a apresentação de candidaturas.

Recorde-se que por força dos estatutos, o actual presidente da Direcção, Joaquim da Conceição Santos não poderá recandidatar-se ao mesmo cargo. 

Esta é uma oportunidade para a apresentação de listas e de nova gente interessada (eventualmente alguns dos mais críticos) em fazer mais e melhor por esta instituição e pela comunidade que representa. Por outro lado, de acordo com o presidente da Direcção, este pretende deixar as contas equilibradas de modo a que quem quem vier a assumir os destinos da Associação possa desenvolver o trabalho sem constrangimentos financeiros para além dos da própria actividade corrente. Isto é, pretende-se que as contas ainda relacionadas ao processo de construção e equipamento da instalação possam ficar saldadas.

De minha parte, tenho-o também referido por aqui, depois de dois mandatos (8 anos) a integrar os corpos-gerentes (Mesa da Assembleia), não farei parte de qualquer lista e por conseguinte terminarei a minha ligação aos corpos gerentes, mantendo-me apenas como sócio e com quotas em dia.

Entretanto, documentalmente, fica aqui a lista dos anteriores corpos gerentes da Associação do Centro Cultural S. Mamede de Guisande:


Corpos Gerentes no quadriénio  2019/2023 - Eleição em 27/12/2019


Direcção:

Presidente: Joaquim Santos

Tesoureiro: Celestino Sacramento

Secretário: Fátima Ferreira

Vogais:

Pe. Arnaldo Farinha

Alcides Conceição

Jorge Correia


Mesa da Assembleia:

Presidente:Rui Giro

1.º Secretários:Américo Almeida

2.º ecretário: Manuel Gonçalves


Conselho Fiscal:

Presidente: Orlando Santos

Secretário: Manuel Tavares


Corpos Gerentes no quadriénio  2016/2019 - Eleição em 26/12/2015


Direcção:

Presidente: Joaquim Santos

Tesoureiro: Celestino Sacramento

Secretário: Victor Henriques

Vogais:

Fernando Almeida

Pedro Mota

Alcides Conceição

Jorge Correia


Mesa da Assembleia:

Presidente: Rui Giro

1.º Secretários:Américo Almeida

2.º Secretário: Manuel Gonçalves


Conselho Fiscal:

Presidente: António Henriques

1.º Secretário:Orlando Santos

2.º Secretário: Manuel Tavares


Corpos Gerentes no triénio 2013/2015 - Eleição em 29/12/2012


Direcção:

Presidente: Joaquim Conceição Santos - Sócio Nº 2

Vice-Presidente: Celestino Silva Sacramento - Sócio Nº 8

Secretário: Jorge da Silva Ferreira - Sócio Nº 119

Tesoureiro: Alcides Ferreira da Conceição - Sócio Nº 57

Voga: Pedro Filipe da Silva Mota - Sócio Nº 138

Vogal: Fernando Jorge Pereira de Almeida - Sócio Nº 136

Vogal: Jorge dos Santos Correia - Sócio Nº 158


Assembleia Geral:

Presidente: Rui Manuel de Azevedo Gomes Giro - Sócio Nº 78

1º Secretário: Américo da Fonseca Gomes de Almeida - Sócio Nº 209

2º Secretário: Manuel Henriques Gonçalves - Sócio Nº 15


Conselho Fiscal:

Presidente: António Conceição Gomes Henriques - Sócio Nº 141

1º Secretário: Orlando da Conceição Santos - Sócio Nº 110

2º Secretário: Manuel Tavares - Sócio Nº 17


Corpos Gerentes no triénio 2010/2012


Direcção

Presidente: Joaquim Conceição Santos

Vice-Presidente: Pedro João Costa Gomes da Silva

Secretário: Jorge da Silva Ferreira

Tesoureiro: Celestino da Silva Sacramento

Vogal: Pedro Filipe da Silva Mota

Vogal: Domingos Alves Lopes

Vogal: Fernando Jorge Pereira de Almeida

Vogal: Alcides Ferreira da Conceição


Assembleia Geral

Presidente: Rui Manuel Azevedo Gomes Giro

1º Secretário: Manuel Henriques Gonçalves

2º Secretário: Jorge Santos Correia


Conselho Fiscal

Presidente: Orlando Conceição Santos

1º secretário: António Conceição Gomes Henriques

2º secretário: Manuel Tavares